sexta-feira, 26 de outubro de 2012

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS

Por: Paulo Fabrício*

”Como cultivar hábitos que nos aproximam de Deus e aperfeiçoam o nosso caráter.”
 Uma pessoa disciplinada, é aquela capaz de fazer a coisa certa, no momento certo, do jeito certo e com a motivação certa, para alcançar objetivos certos.

O que significa DISCIPLINA?
 O Dicionário Michaelis, de língua portuguesa, define a palavra assim:
 dis.ci.pli.na – s. f. 1-Conjunto das obrigações que regem a vida em certas corporações, em assembléias etc. 2- Submissão a uma regra, aceitação de certas restrições.


 A palavra disciplina e a palavra discípulo vem da mesma raiz. É impossível ser um discípulo sem ter disciplina. Como cristãos, muitas vezes ignoramos a necessidade de exercitar as disciplinas espirituais. Oração, Meditação, Estudo da Palavra, Jejum, entre outras devem ser desenvolvidas cada dia

 Os benefícios das disciplinas espirituais

 Por que devemos ter uma vida espiritual disciplinada?
 O apóstolo Paulo compara a vida cristã a uma competição de atletismo. Em 1Coríntios 9.24-27, Paulo compara o cristão a um atleta, dizendo que: assim como um atleta precisa treinar rigorosamente durante muito tempo para que consiga obter uma boa colocação nas Olimpíadas, um cristão precisa disciplinar-se para viver como Jesus Cristo viveu.

 Amar nossos inimigos, refrearmos nossos pensamentos pecaminosos, orar pelos que nos amaldiçoam, falarmos sempre a verdade, mantermos a paz em meio às necessidades materiais, cultivarmos a alegria quando estamos doentes ou desempregados, e tantas outras exigências da vida cristã requer exercício. Se não nos exercitarmos diariamente nas disciplinas espirituais, não teremos força suficiente para superarmos esses desafios do cotidiano.

É bom lembrarmos também que:
 a) o judaísmo era marcado por disciplinas;
 b) Jesus e os discípulos praticavam disciplinas espirituais;
 c) em toda a História da Igreja, cristãos sinceros também cultivavam as disciplinas.

 Por que temos aversão à disciplina?

 Infelizmente os cristãos modernos sentem aversão até mesmo à palavra disciplina. Nos lembramos dos monges da Idade Média, enclausurados em celas, isolados do mundo; visualizamos os católicos se penitenciando por algum pecado e recitando suas rezas; assistimos aos muçulmanos que se auto-flagelam e chegam a cometer suicídio religioso; e pensamos em evangélicos fanáticos que praticam disciplinas espirituais (jejuns, orações, vigílias, etc.), buscando obter a salvação ou o perdão dos pecados, através delas.

 Disciplinas espirituais

 Inúmeras disciplinas poderiam ser mencionadas em nossa aula. Cristãos do mundo todo já praticaram incontáveis disciplinas espirituais, que contribuíram muito para o seu enriquecimento espiritual e para o progresso do Reino de Deus. Atividades como: fazer vigílias, manter um diário espiritual, separar um dia da semana para estar a sós com Deus, fazer visitas a bairros pobres, hospitais ou asilos, ler bons livros cristãos, sacrificar algo, etc. Disciplinas como essas podem contribuir muito para o crescimento espiritual de quem as pratica regularmente. Vamos estudas as seis disciplinas espirituais que mais se destacaram ao longo dos séculos entre os cristãos:

1. Oração:
 A oração é prática indispensável para aqueles que desejam viver em comunhão com Deus. É impossível ter comunhão com quem não nos relacionamentos. Do mesmo modo, é impossível ter comunhão com Deus se não orarmos regularmente.
 Leia os textos: Mt 6.6, 6.11, 14.23 e 26.36; Lc 18.1-8 e 22.40; At 1.14 e 2.42; 1Ts 5.17; Tg 5.17.

2. Leitura Bíblica:
 A Bíblia tem um papel vital na vida cristã. Ela é a revelação clara de Deus para os seus filhos. A Palavra de Deus contém orientações claras de como devemos viver, nos relacionar com Deus, reagirmos às tribulações da vida e resistirmos ao mal (o Salmo 119 exalta a relevância da Palavra de Deus).
 Leia os textos: Jo 8.31,32 e 15.3; Rm 10.17; Ef 5.26; 1Tm 4.5; 1Pe 1.23.

3. Jejum:
 Uma das práticas mais negligenciadas pelos cristãos modernos é a disciplina do jejum. Não conseguimos enxergar propósito em nos abster do alimento diário, para dedicarmos um tempo especial a Deus e à Sua Palavra. Mas a verdade é que a prática do jejum pode ser de importância fundamental para o nosso crescimento espiritual, pois através do jejum ordenamos nossas prioridades, considerando as necessidades espirituais acima das físicas.
 Leia os textos: Mt 6.16,17 e 17.21; At 13.3.

4. Intimidade com Deus - Separar tempo com Deus :
 Jesus era alguém que regularmente buscava a Intimidade com o PAI. Inúmeras passagens dos Evangelhos demonstram Sua necessidade de separar um tempo especial para ficar a sós com o Pai. A Separação (intimidade) é de vital importância para aqueles que querem: considerar seriamente alguma questão fundamental da sua vida, avaliar seu próprio caráter e conduta, ouvir uma orientação específica de Deus, resolver um conflito interpessoal, ser curado emocionalmente, etc.
 Leia os textos: Mt 14.23 e 26.36; Mc 6.46; Lc 6.12; 1Co 11.28.

5. Comunhão:
 Não fomos salvos para vivermos em solidão. Por isso Deus nos reuniu como igreja. Deus não nos salvou e nos mandou para nossas casas, mas inseriu-nos em um corpo – a igreja de Cristo. A comunhão com os outros membros do corpo é responsável pelo crescimento pessoal e edificação espiritual daqueles que foram salvos por Cristo. Os “mandamentos de mutualidade”, por exemplo, dão demonstrações da relevância e dos benefícios da comunhão.
 Leia os textos: Rm 12.10 e 15.14; Cl 3.16; 1Ts 4.18 e 5.11; Hb 3.13 e 10.24,25; Tg 5.16.

6. Serviço cristão:
 Fomos chamados para servir. E uma das ferramentas mais eficazes para a transformação do nosso caráter é o serviço cristão. Quando servimos é que somos mais parecidos com Jesus Cristo – aquele que veio para servir. Jesus disse que o serviço ao próximo é uma das marcas daqueles que são realmente seus discípulos.
 Leia os textos: Mt 20.28 e 25.34-40; Jo 13.12-15; Gl 5.13


Reações:

2 comentários:

  1. Acabei de ler e gostei muito. Também sou um jovem Pastor. Essas disciplinas são vitais para nós, principalmente em nossos dias. Foi o que Jesus nos ensinou nos Evangelhos. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Acabei de ler e gostei muito. Precisamos disso a todo tempo... o tempo todo!

    ResponderExcluir

Deixe este blogueiro novato feliz! Adicione seu comentário com elogio, crítica ou sugestão. Deus te abençoe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...